Total de visualizações de página

domingo, 31 de julho de 2011

Ideias legais... 01 DE AGOSTO PARALISAÇÃO NACIONAL!Lute.

Recebi esta semana de um desconhecido chamado Fábio este video. Ô povo viciado em listas! No final das contas você conhece apenas um membro. rsrsrs... Já vimos que beijaços, atos públicos e amostras de arte tem se revelado interessantes formas de boicote ou reivindicação "as nossas causas". 
De todo o modo eu nem acho o melhor dos objetivos a ser eleito por esses goianienses; pois acredito que caminhar e andar de bicleta além de ser mais saudável e não poluente, dá bela 'boicotada'. rsrs... Em compensação sinto-me seduzida para a verdade discarada: nas grandes cidades e a depender da estação do ano, é impossível que 3 milhões de pessoas(população de Salvador) caminhem ou andem de bicileta. Teríamos um engarrafamento de bicicletas...rsrsr 
video
Besteiras à parte, tais protestos nos revelam que as antigas formas de luta (greves, paralisações, queimar bandeiras e afins) tem se mostrado ineficazes para combater impunidades, crimes, opressões e o próprio sistema capitalista. Uma das grandes queixas que eu faço aos movimentos sociais, são os vícios impregnados em sua estrutura organizacional, que reverberam um modelo europeu, desfazado e muitas vezes incompetente. Chamo aqui de incompetente, por que na Educação, campo que milito, a dirição do sindicato não acompanhou as mudanças desta sociedade capitalista. E justamente estas antigas táticas não conseguem os objetivos pretendidos, logo são incompetentes. Não abomino as greves, apenas entendo que para alguns setores elas são, no mínimo, insuficientes. Amanhã, Dia de Paralisação Nacional, fica aí a reflexão sobre perseguir caminhos já andados para lugar nenhum. Aff! Eu vou encerrar por que isto é assunto para outras matérias. A tod@s uma semana lindona!!! Bjim.

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Pelos poderes de Gresicow!

Quando soube da candidatura do meu estimado amigo Yuri Pires Rodrigues a presidência da UNE, me coloquei em um questionamento; que no mínimo a uns quatro anos não faço: " Qual é o papel da UNE?" Por favor não venha com essa de organizar o movimento estudantil, e blá blá de militante classe média. Tentando ser o mais imparcial possível, busquei conhecer este não tão novo (digo por que o mesmo já ocupava o cargo de Diretor de Relações Internacionais na própria UNE), Daniel Iliescu. Até tentei um contato coisa e tal, mas me parece que a tal demanda do movimento estudantil, não possbilitou o Ilescu responder esta professora.
Com o movimento estudantil totalmente discrente, desmobilizado e com um sentimento anti-partidarismo crescente entre os universitários, algumas vulgarizações sobre o que seja construir e organizar a luta, rola aí a solta. A UNE como orgão centralizador  ( literalmente, rsrs), entrega a Daniel Ilescu a função de reavaliar os sistemas de ensino tecnológicos, responder as suspeitas de fraude feitas em 2009, rever as PPP dentro das federais, o Prouni, o ENEM, garantir a parte que nos cabe no Pré-sal, o acesso e sustentabilidade dos estudantes dentro das universidades e no mínimo, colocar uma pressão no CONAES. 
Com mais de vinte anos na presidência da UNE, a UJS tem implantado uma forma de mobilizar o ME, que eu sinceramente não compreendo.Visitando o site da entidade, encontrei uma propaganda do governo de Goiás (PSDB). Penso que a moralidade é um discurso perigosíssimo, mas também, que a honestidade seja o rumo para qualquer ação. Sem querer execrar a UNE, me pergunto que entidade é essa? Mobilizar estudantes é leva minha prima pro CONUNE (Cindymary Souza, Estudante de Serviço Social da Faculdade D. Pedro I, Salvador-BA)  sem ela ter noção do que se trata? Trazer artistas legais e caros a cada dois anos no Rio de Janeiro pra ver a Bienal? Não colocar uma nota atualizada sobre os protestos no Chile no site oficial da entidade?
O Chile tá pegando fogo minha gente! Organizar a luta não é aquecer os corações estudantis e proletários que a mudança é possível? Porque não usar o poder de Greiscow historicamente construído de maneira honesta? E digo honesta, por compreender que um discurso só é válido quando prática é sincera. Que algo só merece respeito quando é verdadeiro. A UNE ainda é uma entidade estudantil? Se a UNE ainda é uma entidade estudantil, por que não age como tal?! Você Daniel, se considera capaz de fazer isso? Como? Atenção! Não quero votação, nem música, nem notinha de repúdio de revolucionário danoninho; Quero LUTA(R)! Estes e diversos outros questionamentos me pertubam, no medo de que o entreguismo da UNE  abafe o grito estudatil de: "Eu tenho a força!"

sábado, 16 de julho de 2011

Mais que delicioso; revolucionário! Beijaço no Chile.

Movimentando cerca de vinte nove músculos da face, o beijo é uma das demonstrações de afeto mais próprias e entregues. O encontro de lábios liberam endorfinas e ceratoninas (hormônios gente!). A sensação de preenchimento e sintonia se torna plena. Por isso, o beijo é o termómetro para afinidades. É aquela história a gente olha @ sujeit@ (isso para eu não ter problemas com a opção sexual de ninguém!) se empolga, mas quando os lábios se tocam; nem sempre a orquestra afina no mesmo tom. Aff! Isto é muito chato. 
Os beijos podem ser os mais variados; afetuosos, lascivos, fraternais e REVOLUCIONÁRIOS! Nesta última terça, dia 12, em Valparíso- Chile, milhares de estudantes se reuniram no que chamaram de "beijaço pela educação". Nossa estou encantada com a atitude d@s chilen@s, que  a cada dia mantém a resistência as pressões de Sebastián Piñera (presidente do Chile). O beijo além de uma manifestação de afeto, foi utilizado como uma atitude política. E que fique muito bem entendido, não ocorreu em nenhum momento apelo erótico. Como eu disse o beijo é uma ação própria, entregue. Tod@s aqueles e aquelas estudantes acreditam, são próprios, estão dispostos e entregues para uma verdadeira mudança política no país; mudança esta que possa por fim na privatização da educação no Chile.
Talvez quem não esteja à par da situaçaõ chilena não compreenda o que eu estou falando. O sistema de educação vigente, foi estabelicido durante a ditadura militar de Augusto Pinochet, em 1980. O cara é responsável por mais de cinco mil mortes. Daí vocês tiram suas próprias conclusões sobre quem era esta peça. O atual sistema de ensino chileno privatizou as universidades públicas. Qualquer documento, serviço e matrícula que você faça nas insitituições federais são pagos. Um estudante de Direito, por exemplo, precisa desembolsar cerca de dez mil reais para poder se matricular. Seus pais tem esse dinheiro? 
Além disso, o Chile  produz 30% do Cobre do mundo, e suas minas estão privatizadas. O que significa isso?! Que o petróleo do nosso Pré-sal vai para mão dos países ricos (Estados Unidos e companhia limitada). É a mesma coisa. Só que lá as empresas americanas, européias e japonesas roubam o o cobre. Trabalhadores fazem greves gerais para estatização das empresas. Neste caso as minas passariam a pertecer ao Chile, ao Estado; e assim aos chilenos.
Seria um doce sonho acreditar que os problemas na educação sofrido pelos chilenos não acontece aqui. Vamos lá: Você paga o vestibular, em algumas universidades como a Universidade Federal de Sergipe paga a matrícula também, e na maioria das federais existem as "parcerias". A Natura é uma destas "parceiras" da UFBA. Detalhe, o que a Faculdade de Famárcia e Biologia produzem, quem fica com o lucro e a patente? A Natura. Quem desenvolve a pesquisa? A Universidade. Se o mundo fosse apenas  dos cosméticos; ainda que  feio, seria menos desigual. Mas não é. A mesma faculdade que descobre bafons para pele, desenvolve medicamentos e vacinas. E o que ocorre? As vacinas e medicamentos descobertos nas universidades públicas, que poderia salvar a vida de milhões de pessoas, enchem os bolsos dos magnatas. O governo pode até querer corromper nossas mentes, tentar fazer com que nossos estudantes pensem que o caos na educação chilena não acontece aqui, mas os beijos revolucionários sempre existirão para impulsionar sentimentos solidários e verdadeiros.
Viva a resistência chilena!

quarta-feira, 13 de julho de 2011

Muito prazer, estou cansada de ficar calada!


Embora eu tenha absoluta certeza que fale demais; no fundo eu nunca ultrapassei as reflexões de bar daquilo que de fato me toca. Horrorizada com tanta impunidade,  e sem nenhuma pretensão salvadora, decidi criar este blog pra ver se eu desabafo meus valores e sinto que de algum canto; corações pulsam preocupados com o sentido de humanidade. Mas, como nem tudo que me indigna vale causas nobres, ou pelo menos homéricas; eu usarei este canal para falar bobagens. Afinal, bobagens são necessárias!
Minha primeira matéria, é na verdade uma corriqueira situação ocorrida hoje. Depois de meses chegando após as 18 horas, e rezando para ver "Todo mundo odeia o Chris", descobri que além de ter retirado a série do ar, colocaram o Datena que grita DESCONTROLADAMENTE, e pior do que eu achava; além da maiorias das emissoras de TV de estarem a serviço da alienção do público, o horário da tarde (horário  e mês este que a maioria das crianças estão em frente a TV) é uma escrotidão televisiva. Fiquei pertubada entre Casos de faamília, Treinadora por acaso, Datena e afins. E como uma boa telespectadora da TV senado, me recusei ver o Arruda fazendo o conchavo com o governo. Para salvar as poucoas horas de folga que tinha, resolvi dormir.